domingo, 15 de maio de 2011

Um pouco do parto, um pouco de mim e da Olivia

Estou em uma fase muito pensativa... relembrando a gravidez, o parto, me vendo como mãe... são tantas coisas que aconteceram nos últimos meses, tantas transformações que ás vezes quando me dou conta de todas as mudanças fico um pouco perdida e ao mesmo tempo muito feliz.

Quase toda segunda-feira me lembro do dia do nascimento da Olivia. Me pego olhando no relógio pra ver ás horas e lembrar em qual parte do trabalho de parto eu estaria.
Foram 19horas de trabalho de parto. Começou na madrugada de domingo pra segunda ás 4h da manhã e ela nasceu na segunda ás 23h09. Foi um dia intenso. Mesmo com tantas contrações ainda tinha dúvida se seria mesmo o dia do nascimento dela e se aquilo realmente era um trabalho de parto. Foi um dia todo com contrações irregulares de 3 a 8 minutos e só no final da tarde, quando o bicho pegou mesmo, que acreditei que ela estava chegando.

Sempre fui assim, nunca boto fé de verdade nas coisas boas que estão para acontecer, porque sempre acho que não sou merecedora. Loucura da minha cabeça, mas sou assim. Morria de medo de não chegar até o final da gravidez, olha que coisa mais doida. Sei que penso no futuro sempre com um pouco de receio, de incerteza, esperando que as coisas aconteçam de fato. Faço planos, adoro essa parte, mas só realizando que acredito que aquilo é real.

A gravidez deixou muitas saudades... sentir a Olivia dentro de mim, poder curtir ela crescendo, chutando, brincando... como ela foi feliz lá dentro e como eu curti aqui fora! Foi uma gravidez perfeita, um parto dos sonhos e uma bebê dos Deuses!

O dia do parto também deixou saudades... e quando me pergunto sobre a dor juro que não consigo me lembrar muito bem. Na verdade não senti dor, foi um sensação muito diferente, e como eram tantos hormônios envolvidos, a sensação de amor junto, de parir junto... Acho que o único momento que foi um pouco mais difícil foi a ida para a maternidade no carro. Aquele trânsito e eu imóvel... ah, esse foi um momento mais complicado. Isso agora me faz pensar muito em fazer o próximo parto em casa, um parto domiciliar.
Cheguei á maternidade com 9cm de dilatação! Se ficasse em casa ela nasceria até mais rápido, porque querendo ou não é um stress que atrapalha o trabalho de parto - ter que ir para a maternidade.

Lembro bem que quando acabava uma contração, meu corpo relaxava tanto, era uma sensação orgásmica tão forte que me fazia esquecer de tudo. Quando começou a parte do expulsivo tudo mudou muito rápido. As contrações sumiram e veio a vontade de fazer força. Eu gritava muuuuito, uma loucura, e não gritava de dor não. Converso com minhas amigas mães sobre os gritos que todas nós demos durante o parto e realmente elas também falam que não foram de dor e sim de uma vontade imensa de gritar mesmo.

O momento do nascimento da Olivia tinha uma energia ao redor de toda a equipe, de mim, tão boa... tocava uma música meio hare krishna  e ela veio tão bem, tão tranquila... em um momento de paz e de amor. Quando vejo o video me emociono muito e a carinha que ela chegou ao mundo, ás vezes ela faz meia dormindo, me dá uma saudades... A paz que ficou em mim depois do nascimento dela foi impressionante! Penso muito nisso também, naquela sensação que senti.
Não me imagino tomando anestesia para o parto, sério mesmo. Acho que tive tanta certeza do que queria que ela veio ao mundo da forma mais pura possível.

Hoje vejo Olivia com 3 meses, já fazendo força com o tronco para ir pra frente; ficando durinha em pé; mexendo as pernindas e os bracinhos com os olhinhos arregalados muito feliz; dando risadinha e falando muito o seu "eeee éééé ãããã".... "grrrrrrrrrrr"; quando espreguiça abre a boca faz barulhinho; pegando as coisas e colocando na boca, a começar pela fraldinha, que foi a primeira coisa que ela aprendeu a pegar. São tantas coisas e tantas novidades que ficaria o dia todo contando.

Estou adorando andar com ela pelo bairro no sling e é impressionante como as pessoas param para olhar, pra falar, pra tudo. Não sei se pelo sling, por ser "novidade" pra muitos, ou por ela ser tão linda e simpática.

Toda semana encontro com minhas amigas mamães para andar no parque e tomar chá da tarde e isso tem sido a cada semana mais gostoso, até melhor do que os encontros de amamentação e pós parto que fui. Acho muito legal ter amigas mães e poder trocar figurinhas de tudo que acontece. Na baby yoga também tem mães fofas, que sempre converso, e no grupo de canto do Materna em Canto mais mães fofas... O mais engraçado é que todas essas mães tiveram o mesmo parto que o meu, natural humanizado, e muitas com a mesma médica, a Dra. Andrea. É um mundo de mães felizes, realizadas com seu parto e com seus bebês. Sou muito agradecida por ter pessoas tão especiais por perto e poder vivenciar esses momentos tão profundamente.

Queremos outro bebê logo mais e aí estarei ainda mais completa: Com uma barriga, esperando um outro serzinho iluminado para colocar nos braços e com a Olivia do lado de fora comigo! Já pensou?!
Gravidez é uma benção, um presente que nós mulheres ganhamos de Deus e que nem todas as palavras maravilhosas que existem no mundo podem descrever a sensação de poder gerar e parir um filho. Obrigada, mil vezes obrigada por isso!

4 comentários:

Cintia Fernandes disse...

vc é merecedora sim de tudo que acontece em sua vida. vc é linda, sua filha tbm... Saúde e muito amor pra vcs!

Letícia disse...

Felicidades o vcs! Que sejam uma linda família! Vou te acompanhando e aprendendo com vc um pouquinho sobre a meternidade. bjs

Tayla disse...

Estou sofrendo com miomas, levei um balde de água fria do médico dizendo q talvez eu não pudesse engravidar e fiquei muito mais tranquila lendo seu blog.
Se pudesse gostaria que entrasse em contato comigo para conversarmos.tayla.robert@ig.com.br
Parabéns a Olívia é linda! Bjs

Julia Bayeux Petriccione disse...

Tayla,
O importante é vc saber que os miomas não vào te atrapalhar em nada e que depois da gravidez eles podem até sumir!
Mioma é como uma verruguinha, só isso, que cresceu ali e que não dificulta na gravidez. Conheço umas 5 mulheres com vários miomas que engravidaram normalmente tb. Não pode encanar com isso. Beijos e tudo de bom pra vc!!!!!!